Weby shortcut
instagram
Youtubeplay
  • See all
  • Duo - Tonico e Andrea

    Concerto Maestro Duda para Trompete e Piano em Pirenópolis

    26 May


    O Duo Cardoso-Teixeira se apresenta no Cine Teatro Pireneus no próximo dia 26 em homenagem ao mês das mães

     

    O Duo Cardoso-Teixeira, formado há seis anos pelo trompetista Antonio Cardoso e a pianista Andréa Teixeira, se apresentará na cidade de Pirenópolis no próximo domingo, dia 26, em homenagem ao mês das mães.

     

    Antonio e Andréa, que são, respectivamente, professor e pianista-acompanhadora da Escola de Música e Artes Cênicas da UFG, comemoram também na ocasião seus aniversários de 10 e 25 anos de atuação na Universidade Federal de Goiás.

    A apresentação do Concerto Maestro Duda conta com a parceria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e traz no repertório composições do Maestro Duda e do compositor e trompetista fluminense Gilson Santos.

    Veja a notícia no Portal do Iphan: http://portal.iphan.gov.br/go/noticias/detalhes/5095/pirenopolis-go-recebe-concerto-maestro-duda-para-trompete-e-piano 

     

    AGENDA

    Concerto Maestro Duda, com Duo Cardoso-Teixeira
    Data: 26/05/2019, domingo.
    Local: Cine Teatro Pirineus, na cidade de Pirenópolis/GO.
    Horário: às 11h
    Entrada gratuita

     

    duo_flyer_digital- Concerto Maestro Duda

    Release- Duo cardoso-Teixeira

    Duo cardoso-Teixeira 26-05-2019

     

     

    Read more...

  • Concertos UFG-29-05-2019

    Concertos UFG

    29 May

     

    Alexandre Vaz, tenor
    É formado em Música (bacharelado, habilitação em Canto) pela Universidade Federal de Goiás, onde foi aluno da professora Drª. Ângela Barra. Participou de masterclasses e festivais com Chris Merritt, Drª. Linda Dobbs, Dr. Ricky Little, Drª. Liliana Bizineche, Drª. Noemi Lugo e Ricardo Ballestero. Vaz participou de óperas como “L’Elisir d’Amore” (Nemorino) de G. Donizetti, junto a Universidade de Brasília (UnB), e Die Zauberflöte (Tamino) de W. A. Mozart, junto a Universidade Federal de Goiás (UFG). Foi também solista em Messiah de G. F. Händel e Elijah de F. Mendelssohn, ambos sob a regência do Dr. Ângelo Dias, e também da 9ª Sinfonia de Beethoven, sob a batuta do maestro Carlos Moreno. Nos Estados Unidos, estudou canto com Roger Lucas e também com Dr. Larry Stickler, em Marshall University (West Virginia), onde ganhou o 1º grande prêmio no Eloise Campbell Long Award. Recentemente, Alexandre Vaz conquistou o 1º grande prêmio masculino no 17º Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas, que é uma das maiores e mais significativas competições de canto lírico da América Latina.

     

    Sérgio de Paiva, piano
    É licenciado em Educação Musical, Bacharelado em Piano e possui Mestrado em Performance Musical, todos os graus conferidos pela Escola de Música e Artes Cênicas da UFG. Foi professor substituto da EMAC (Escola de Música e Artes Cênicas) - UFG, na área de Acompanhamento ao Piano. Gravou, como pianista acompanhador, o CD “Vanessa Bertolini in Concert”, junto à atuante cantora lírica e professora de Canto da EMAC-UFG Vanessa Bertolini. Participou também da gravação do CD “Canções das Horas noturnas”, em que acompanha o tenor Weber de Assis neste ciclo de 12 canções do compositor Juliano Lima Lucas, dedicado especialmente a este duo. Foi professor dos cursos Técnico e Licenciatura em Música do IFG (Instituto Federal de Goiás). Atua também como regente de coros em Goiânia. Atualmente, rege o Coral Gradiva, do Núcleo Freudiano de Psicanálise em Goiânia e também o Coral do Tribunal de Contas do Estado de Goiás. Trabalha no Ciranda da Arte (SEDUCE), junto aos grupos Os Menestréis e Em Pauta Madrigal. É um dos pianistas correpetidores dos cursos de graduação em Instrumento e Canto da UFG, além do Coro de alunos da Graduação em Música. Desenvolve o trabalho de direção e preparação musical junto à Cia Teatral Sala 3." 

     

    Concertos UFG-29-05-2019


    Concertos UFG
    Goiânia, 29 de maio 2019
    Centro Cultural UFG
    Horário: 20:30

     

    PROGRAMA

     

    G. Rossini (1792 – 1868)

    Se Ostinata Ancor Non Cedi - Tancredi

     

    E. Villani-Côrtes (1930)

    Valsinha de Roda

     

    O. Lacerda (1927 – 2011)

    A Valsa

     

    C. Guarnieri (1907 – 1993)

    Canção Ingênua

     

    W. Henrique (1905 – 1995)

    Senhora Dona Sancha

     

    F. Schubert (1797 – 1828)

    Nacht Und Träume

    Auf dem Wasser zu singen

     

    R. Strauss (1864 – 1949)

    Zueignung

     

    G. Bizet (1838 – 1875)

    Guitare

     

    E. Chausson (1855 – 1899)

    Hèbè

     

    G. Fauré (1845 – 1924)

    Lydia

     

    F. Liszt (1811 – 1886)

    Oh! Quand Je Dors

     

    C. Gounod (1818 – 1893)

    Ah! Lève-toi, Soleil - Roméo Et Juliette

     

    G. Rossini (1792 – 1868)

    O Lusinghiero Amor - La Gazzetta

     

     

    Alexandre Vaz, tenor

    Sérgio de Paiva, piano

     

    Read more...

  • Foto Gabriella Vitorino2

    Estreia do espetáculo "Os Sofrimentos do Velho Afonso"

    30 May


    Aluno egresso do curso de Teatro estreia espetáculo, com texto inédito, escrito e dirigido por ele, como parte de sua tese de doutorado

     

     

    A Barbante Cia. de Teatro estreia, no próximo dia 30, a comédia “Os Sofrimentos do Velho Afonso”. O espetáculo será apresentado nos dias 30 e 31 de maio no Teatro da EMAC, no Campus 2, da Universidade Federal de Goiás, às 19 horas. E logo depois entra em cartaz no Teatro Sonhus, que fica no Lyceu de Goiânia, nos dias 2, 7, 8, 9, 15 e 16 de junho, sempre às 20 horas. E a entrada é franca.

    O espetáculo conta a história de um velho chamado Afonso, com uma cômica obsessão em sofrer. Para tal efeito, ele recebe auxílio de Vavá, seu desajeitado ajudante. Ele é explorado por seu vizinho Firmino, sendo obrigado a fazer trabalhos humilhantes, e recebe acusações absurdas. Mas suas atribulações podem acabar, após a chegada de um misterioso novo empregado, Lino.

     

    Foto Gabriella Vitorino1
    Foto: Gabriella Vitorino

     

    A comédia “Os Sofrimentos do Velho Afonso” é goiana, caipira, com elementos da comédia clássica de Plauto e Terêncio, moda de viola e Shakespeare. Trata-se de um texto inédito, escrito e dirigido por Carlos Rabelo, como parte de sua tese de doutorado em Artes Cênicas pela UFBA (Universidade Federal da Bahia). O objetivo do espetáculo é apresentar um teatro popular, acessível, mas apoiado no material cômico e literário do passado. O projeto recebeu apoio da ENEL através da Lei Goyazes de Incentivo à Cultura.

     

    Foto Gabriella Vitorino2
    Foto: Gabriella Vitorino

     

    Serviço

    Os Sofrimentos do Velho Afonso

    Datas: 30 de maio

    Local: Teatro da EMAC, Campos 2, UFG.

    Horário: 19 horas.

    Datas: 2, 7, 8, 9, 15 e 16 de junho.

    Local: Teatro Sonhus, Lyceu de Goiânia, Rua 18, Centro.

    Entrada Franca

     

    Read more...

  • See all
  • Histórico