Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Youtubeplay db0358e6953f0d0ec2cd240bca6403729d73b33e9afefb17dfb2ce9b7646370a
V Simpósio Sobre os Paradigmas do Ensino do Instrumento

V Simpósio Sobre os Paradigmas do Ensino do Instrumento Musical no Séc. XXI

Evento

: Escola de Música e Artes Cênicas Universidade Federal de Goiás Goiânia-Brasil

: Internacional

http://eventos.ufg.br/SIEC/portalproec/sites/gerar_site.php?ID_SITE=11881

: 18 a 20 Abril 2017

V Simpósio Sobre os Paradigmas do Ensino do Instrumento

Sendo considerado dos poucos eventos dedicados à discussão e apresentação de pesquisa relacionada com o tópico do ensino de instrumento musical no presente e para o futuro, o V STMISymposium on the Paradigms of Teaching Musical Instruments in the 21st Century atinge um novo patamar na sua missãode disseminação de pesquisa internacional sobre o instrumento musical. Tendo as suas anteriores edições (2009; 2011; 2013; 2015) sido realizadas naUniversidade de Évora em Portugal, o V STMI irá desta feita realizar-se na Universidade Federal de Goiás em Goiânia-Brasilabrindo assim ainda mais as suas portas à comunidade internacional.

Como nas anteriores edições, a relevância destes encontros assenta no visível e contínuo desfasamento entre os processos de ensino artístico e a produção artística da actualidade; sendo um exemplo flagrante disto, a música e em particular o ensino do instrumento musical. No ensino de muitos instrumentos musicais são ainda utilizadas técnicas, métodos e repertório com mais de um século. Desta forma, esquece-se assim quase toda a produção musical do séc. XX, dos dias de hoje, e aparentemente não se perspectiva o futuro. De forma a contextualizar esta problemática e contribuir para delinear um panorama educacional de instrumento para o futuro, o V STMI servirá de fórum para a apresentação de pesquisa e discussão de problemáticas do ensino de instrumento musical, abrangendo três grandes períodos cronológicos: (1) uma perspectiva do passado; (2) da actualidade; e (3) para o futuro. Assim, para cada um destes grandes momentos cronológicos, o V STMI convida interessados a enviar propostas de artigos das mais variadas áreas da investigação musical, como por exemplo e não exclusivamente: a musicologia histórica, as práticas interpretativas, a composição (repertório), a pedagogia (métodos e técnicasensino de ‘novos’ instrumentosensino não-formal e informal), a ‘nova musicologia’ (estudos de género e novos estilos musicais; jazz, pop, world), e sobre as novas tecnologias no ensino da música.

 

Keynote Speaker:

Jane Ginsborg, Royal Northern College of Music, Reino Unido

 

Informação relevante e prazos:

 

-O Simpósio tem como idiomas oficiaisPortuguêsInglês e Castelhano.

-As propostas para apresentação de artigos (20 min.) deverão incluir titulonome do autor(es), pequena(s) biografia(s), e resumo (máx. 350 palavras), devendo ser enviadas em formato Word até 20 de Janeiro 2017 para stmi@uevora.pt

-Notificação sobre a aceitação por parte da comissão cientifica das propostas será enviada aos autores até 29 de Janeiro 

-Inscrição no Simpósio das propostas aceites deverá ser feita entre 13-17 de Fevereiromediante o pagamento de uma taxa de inscrição no valor de R$ 100 (reais

Mais informação sobre forma de pagamente de inscrição será anunciada em tempo oportuno neste site

-Outras questões deverão ser enviadas para: stmi@uevora.pt

 

Coordenação Geral:

Eduardo Lopes (Universidade Federal de Goiás/Universidade de Evora)

 

Organização:

CESEM – Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - UNL, Portugal)

EMAC – Escola de Música e Artes Cênicas (Universidade Federal de GoiásBrasil)

 

Comissão Organizadora:

Ana Guiomar Rêgo Souza (Universidade Federal de GoiásBrasil)

Carlos Henrique Costa (Universidade Federal de GoiásBrasil)

Eduardo Lopes (Universidade Federal de GoiásBrasil/Universidade de Evora, Portugal)

Werner Aguiar (Universidade Federal de GoiásBrasil)

 

Comissão Científica:

Ana Guiomar Rêgo Souza (Universidade Federal de GoiásBrasil)

Anselmo Guerra (Universidade Federal de GoiásBrasil)

António Vasconcelos (Escola Superior de Educação de Setúbal, Portugal)

Benoît Gibson (Universidade de Évora, Portugal)

Eduardo Lopes (Universidade Federal de Goiás, Brasil/Universidade de Evora, Portugal)

Francisco Monteiro (Escola Superior de Educação do Porto, Portugal)

Glacy Antunes (Universidade Federal de Goiás, Brasil)

Helena Rodrigues (Universidade Nova de Lisboa, Portugal)

Maravillas Diaz (Universidade do País Basco, Espanha)

Paulo Vaz de Carvalho (Universidade de Aveiro, Portugal)

Roberto Perez (Escola Superior de Música de Lisboa, Portugal)

Tereza Raquel Alcântara-Silva (Universidade Federal de Goiás, Brasil)

Vanda de Sá (Universidade de Évora, Portugal)

Vasco Negreiros (Universidade de Aveiro, Portugal)

Listar Todas Voltar