PROGRAMAÇÃO 26/11/2019

Atualizado em 22/11/19 16:06.

 FUGA_12_banner_de_site(antigo)-01.jpg

ESPETÁCULO FUGUINHA: Contação de Histórias.

Fuguinha

Horário: 10h00

Local: LAB1 e LAB2 - EMAC

 

CENA CURTA: Corpo que habito. Jhamila Caroline

xxxxx

Horário: 17h00

Local: LAB2 - EMAC

AUTOR/ADAPTAÇÃO: Jhamila Caroline; Músicas compostas por: Serena Assumpção e Gilberto Martins; Luedji Luna
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 12 anos
DURAÇÃO: 45 Minutos
GRUPO: Instituto de Educação em Artes Professor Gustav Ritter
ELENCO: Jhamila Caroline
ORIENTAÇÃO: Dorivânia Xavier
EQUIPE: Gabrielly Silva - Produção
Pedro Soares - Assistente de Produção

 

ESPETÁCULO: Entre Nuvens. Kassio Menezes

Horário: 18h00

Local: LAB1 - EMAC

Entre Nuvens é um espetáculo teatral que conta a jornada do menino Élio na busca pelo pai. Valendo-se de formas animadas, com recurso de manipulação direta por um ator, o enredo se desenrola em meio às aventuras desse garoto por uma metrópole na qual encontra diversas personagens, algumas delas de cunho surrealista, que compõem um universo lúdico onde quase tudo é possível. Por mais que se trate de uma experiência construída a partir de formas animadas, Entre Nuvens não deve ser entendido como um espetáculo infantil, embora entendamos que tal público poderia acessa-lo tranquilamente.

 

ESPETÁCULO: Sobre Rabas, Pepecas e Dancinhas.

Sobre Rabas

Horário: 20h00

Local: CCUFG

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Release


O espetáculo “Sobre rabas, pepecas e dancinhas” é a mais recente criação do Grupo Três em Cena e conta com a direção de três artistas mulheres. O ponto inicial para a criação se deu na sensação de censura que vivenciaram no curso de dança da Universidade Federal de Goiás, local que tem demonstrado certa dificuldade em refletir e dialogar com as danças populares presentes nos meios de comunicação de massa. Com o desenvolvimento da pesquisa para criação, as artistas perceberam que a proibição das danças populares se dava com maior frequência quando o corpo da mulher estava envolvido, principalmente quando relacionado a gestuais que solicitam uso de regiões do corpo como quadril, busto ou sugerem sensualidade. O espetáculo tenta, a partir da própria dança, problematizar e refletir sobre como o machismo na cultura recente se manifesta também em ações condenatórias sobre quais danças as mulheres “devem” dançar, tornando-se um convite para pensarmos juntos sobre a sociedade em que vivemos.


Ficha técnica:
Coreógrafas-Intérpretes: Taynnã Oliveiras, Vanessa Voskelis e Susan Santos
Dramaturgia: Rafael Guarato
Criação e Operação de Iluminação: Marcus Pantaleão
Conceito de Figurino: Vantaysura
Artista Colaborador: Lucas Syuga
Trilha Sonora Original: DG CebrutiusProductions
Edição de áudio: Adriel Vinicius
Produção: Juliane Borges
Classificação etária: 12 anos