PROGRAMAÇÃO 27/11/2019

Atualizado em 22/11/19 16:07.

 FUGA_12_banner_de_site(antigo)-01.jpg

ESPETÁCULO: Nem a Morte nos Separa. Grupo Solo de Dança

Dance

Horário: 18h30

Local: Pátio Externo CCUFG

 

Release

Para comemorar seus 23 anos, Grupo Solo estreia espetáculo de rua. “Nem a morte nos separa” é uma tragicomédia teatral dançante sobre a vida em sua finitude, alegrias e agruras.

Novo trabalho, que envolve dança e teatro, leva o tema da morte para o palco com leveza e criticidade. Espetáculo dirigido por Lázaro Tuim (Cia de Teatro Nu Escuro) percorrerá 6 espaços públicos de Goiânia. O novo trabalho do grupo leva o tema da morte ao palco de forma alegre, reflexiva e crítica. O espetáculo celebra os 23 de anos de estrada do grupo solo e tem direção de Lázaro Tuim, da Cia de Teatro Nu Escuro. A peça ainda será repetida neste ano em mais cinco espaços públicos. As apresentações são todas gratuitas e o projeto tem apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

Quatro amigos se encontram em um velório diante de um caixão. Neste momento, traduzido como a única certeza que temos na vida, os quatro personagens revivem suas trajetórias, relembram do cotidiano exaustivo imposto pela rotina de suas vidas, rememoram as festas e os bailes que os enchiam de alegria e de paixões, para enfim, se despedirem uns dos outros.

A inspiração para este trabalho foram os cortejos fúnebres que acontecem em alguns países africanos, como Nigéria, e em cidades norte-americanas, como Nova Orleans. Neles o caixão desfila pelas ruas da cidade, embalados por música e danças. Nesta nova montagem, a sátira social vem por meio de passinhos, dancinhas e a dança contemporânea, unindo-se às danças de salão, danças populares de rua e interpretação teatral.

“Diante desse momento de despedida somos levados à melancolia e à tristeza, no entanto, como sendo nossa única certeza, por que não buscar dar à pessoa que parte uma despedida que se aproxima do que foi a pessoa em vida, alegre, divertida e dançante?”, questiona o diretor Lázaro Tuim antecipando a abordagem de sua direção ao espetáculo. Tuim também indica a importância de levar este tema aos palcos: “falar em morrer nunca esteve tão naturalizado”.

FICHA TÉCNICA

Concepção do espetáculo: Lázaro Tuim e Michael Valim/

Direção Artística: Lazaro Tuim, Coreografia: Lázaro Tuim e elenco

Elenco: Ingrid Costa, Luciana Caetano, Milton Aires e Patrick Mendes

Figurino: Patrick Mendes

Programação Visual: Bacae/ Sonoplastia: Rui Bordalo/

Fotografia: Layza Vasconcelos

Registro audiovisual: Michael Valim

Cenário: Marcos Lotufo e Izabela Nascente

Produção executiva: Jambo&Jambú

 

CENA CURTA: Autômato. Instituto Gustav Ritter. Atriz: Gabrielly Silva.

CENA CURTA: Autômato. Instituto Gustav Ritter. Atriz: Gabrielly Silva.

Horário: 19h00

Local: Sala de Dança CCUFG

Ficha técnica:
Autor/adaptação: Gabrielly Silva
Duração: 30 minutos
Grupo: Instituto de Educação em Artes Professor Gustav Ritter
Direção: Ronei Vieira
Sonoplastia: Larysse Silva

 

ESPETÁCULO: Fragmentos de Mãe Grupo Ludos

ESPETÁCULO: Fragmentos de Mãe Grupo Ludos

Horário: 20h00

Local: Teatro CCUFG

Fragmentos de Mãe
Livremente inspirado em Mãe Coragem e seus Filhos, de Bertolt Brecht
Não recomendado para menores de 14 anos
Elenco
Dayanne Toko Maria Bauer, Soldado, Camponesa
Marcus Vinícius de Morais Torturador, Soldado, Cozinheiro
Danillo Medeiros Elias Bauer, Soldado
Ramon Teles Joseph Bauer, Soldado
Lia Monteiro Maria Bauer, Soldado
Mila
José Guilherme Maria Bauer, Soldado
Ariel Bauer, Soldado

Direção Geral: Clarice Costa
Sonoplastia: Amanda Marcela Palhares


Release: o Grupo Teatro Ludos inspirou-se livremente na obra de Brecht, Mãe coragem e seus filhos, para criar Fragmentos de Mãe, uma narrativa cênica direta e dura da guerra. Protagonizada por Maria Bauer, que tenta conseguir o impossível, num mundo cruel. Ela busca viver da guerra sem nada perder, em tempos de grande destruição.